Madeira é uma das commodities mais importantes do mundo e uma componente chave da economia global. A demanda por madeira está relacionada ao crescimento econômico global e ao aumento da renda nos países em desenvolvimento.

Embora a indústria madeireira ainda seja um grande consumidor de florestas naturais, a demanda pela madeira certificada originada do reflorestamento crescerá, não só pela progressiva exiguidade do recurso, como também pelo aumento da consciência ambiental dos consumidores e do maior controle de desmatamentos pelos governos.

Esta classe de ativos (timberland asset class) melhora a relação risco / retorno de uma carteira de ativos financeiros convencionais devido à sua baixa correlação com outras classes de ativos e proporciona efeito diversificador, reduzindo a volatilidade de um portfólio global.

Devemos ter em conta fatores que contribuem para o retorno, como valorização do preço da terra e crescimento biológico. Quando árvores crescem em volume, se tornam mais valiosas devido a expansão do seu uso potencial como um produto final. O ativo também funciona como proteção contra a inflação, dado a correlação dos preços de madeira e da terra com a inflação no longo prazo.